Dicas

  • 10/08/2019
  • por Tatiana Bileski

Hábitos digitais do hóspede ao planejar uma viagem

A tecnologia está cada vez mais presente em nossas vidas. Personalização, riqueza de detalhes e fornecer uma experiência de compra surpreendente são alguns dos aspectos mais citados quando o assunto é o envolvimento do consumidor com múltiplas funcionalidades tecnológicas.

Recentemente, uma grande empresa do segmento de tecnologia voltada ao turismo elaborou um infográfico baseado em uma pesquisa realizada por gigantes do Turismo e Tecnologia. Nele, estão elencados os principais hábitos digitais do consumidor que influenciam no planejamento de uma viagem. A seguir, apresentamos alguns deles, separados em 5 etapas: planejamento da viagem, efetivação da reserva, deslocamento até o destino, estadia e pós-viagem. Os percentuais apresentados se referem ao total de entrevistados da pesquisa.

Planejamento

Planejamento da viagem

Este é o primeiro contato do viajante com o destino. E as informações disponíveis no mundo online ajudam no planejamento da viagem, como:

- tempo de planejamento: 72 dias de antecedência para destino internacionais; 31 dias para viagens nacionais.

- 79% dos entrevistados consideram verificar avaliações de usuários para destinos nacionais.

- mais de 80% usam sites de reserva de viagens ou redes sociais para descobrir novos destinos ou mais informações sobre viagens.

Efetivação da reserva

Planejada e decidida a viagem, é hora de efetuar a reserva. Na hora da compra, é corriqueiro para o consumidor buscar informações pertinentes à estadia; assim:

- os principais canais onde o viajante procura por informações sobre hoteis são sites de busca, sites de compra direta de viagens e sites dos próprios hotéis ou pousadas. 29% vão a agências físicas em busca de mais informações; este número sobe para 32% quando se trata de hospedagem em destinos internacionais.

- 79% evitam hotéis que cobram pelo uso de wi-fi.

- 58% buscam e reservam por meio de smartphones.

- o tipo de estabelecimento escolhido quando sai de férias é: 1º) hotéis; 2º) pousadas; 3º) hostels; 4º) optam por alugar casas ou apartamentos.

Transporte

Reserva confirmada e malas prontas, é hora de partir! Não é só o destino final que importa, como chegar a ele também faz parte da viagem. Dessa forma, o comportamento do consumidor traz os seguintes dados:

- 72% consideram que uma boa experiência digital é importante para optar por uma cia. Aérea.

- 76% acreditam que os cartões de embarque e bilhetes eletrônicos facilitam as viagens.

- 64% dos brasileiros que viajam a trabalho tendem a acrescentar mais alguns dias voltados ao lazer no destino.

- os meios de transporte mais utilizados para viajar são: 1º) avião; 2º) ônibus; 3º) navio; 4º) trem.

- o mundo online também está sempre presente quando o assunto é traslado. O viajante utiliza aplicativos para se deslocar até o hotel, em ordem de preferência: 1º) aplicativos para chamar carros particulares; 2º) aplicativos para chamar táxis; 3º) aplicativos para locação de automóveis.

Durante a estadia

Não importa o motivo da viagem, os estabelecimentos devem estar preparados para se tornarem inesquecíveis ao hóspede. Os hábitos relevantes nesse quesito apontaram:

- 67% dizem dar mais importância ao que vivenciam do que a compras.

- 54% dos viajantes a trabalho desejam serviços de concierge no smartphone.

- quanto à alimentação, a opção do estabelecimento é: 1º) comem em restaurantes do destino; 2º) comem nos restaurantes dos hotéis em que estão hospedados; 3º) optam por redes de fast food; 4º) compram alimentos em supermercados; 5º) preferem food trucks ou barraquinhas de rua.

- o brasileiro está aprendendo a viajar e o Youtube é a plataforma que mais ajuda o viajante nesse sentido.

Pós-viagem

Um bom atendimento é sinônimo de satisfação do cliente. A fim de se medir o sucesso de uma experiência, é importante que SAC e CRM andem juntos a fim de sempre ouvir e melhorar o que cada empresa tem a oferecer.

- os viajantes estão cada vez mais tendendo a reportar suas experiências ou dúvidas via redes sociais em alternativa ao SAC tradicional.

- após a viagem, muitos viajantes compartilham suas fotos nas redes, sendo que 40% dos viajantes com menos de 30 anos preferem expor destinos considerados “instagramáveis”.

- 75% dos viajantes fazem avaliações de suas viagens em sites de opinião.

A pesquisa foi realizada pela Travelport, MindMiners, Decolar e IBGE. O infográfico que deu origem ao post foi elaborado pela Omnibees. Caso deseje, solicite esse material enviando um email para marketing@turnet.com.br.

Hábitos dos viajantes